sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Sonhando os sonhos de Deus


Sonhar é o primeiro grande passo para a realização dos nossos projetos. Só alcança a realização dos seus sonhos, quem no passado, ou no presente, permitiu-se sonhar, projetar os seus sonhos. Isso mesmo, eu disse: “permitiu-se”! Há pessoas que não tem coragem de sonhar, com medo do que vai acontecer no decurso do tempo; ou com medo de se frustrarem.
O que disse acima é tão verdadeiro, que é digno de repetição: “Só alcança a realização dos seus sonhos, quem no passado, ou no presente, permitiu-se sonhar, projetar os seus sonhos”. Em outras palavras, quem não sonha, não realiza! Como diria o velho ditado, com algumas alterações (quem não arrisca não petisca).
Ninguém acredita nos seus sonhos mais do que você. A propósito, acreditar é um fator determinante para a realização de um sonho. Não basta apenas sonhar. Temos que acreditar que é possível alcançar!
Conhecemos, com certeza, algumas pessoas do nosso convívio, que alcançaram os seus objetivos; e com certeza, também, conhecemos outras que não chegaram a atingir, por qualquer que seja a razão, os seus objetivos.
Por que as coisas não acontecem, muitas vezes, a nossa maneira? Porque são frustrados, alguns dos nossos sonhos? (ex.: Moisés, Abraão, Davi, etc.)
Não gostaria de deter-me na parte negativa dos sonhos, mas, na parte positiva dele, ou seja, como realizá-los a luz da palavra de Deus. Temos que, primeiro, partir do pressuposto, de que Deus pode e vai frustrar certos planos nossos. Quem conhece as Escrituras Sagradas sabe de algumas histórias de homens e mulheres, aos quais, Deus frustrou-lhes os sonhos e planos; ex: Moisés fora criado para ser, pelo menos, o segundo faraó. Abraão tinha sua vida em Ur dos caldeus, Deus, porém lhes chamou para uma terra distante. Davi intentou edificar um templo em honra ao nome do Senhor, mas este frustrou os planos daquele. E muitos outros exemplos. Mas… O porquê de ser assim?
Seria Deus, um ser sádico? Não! Tem prazer nos sofrimentos de suas criaturas? Definitivamente não! As ações de Deus são baseadas em seus atributos: Soberania, Onisciência, Amor, Misericórdia etc. Ele enxerga além! Não somente o que vai acontecer de ruim, mas, também, o que de bom; e Ele sabe o que é melhor para nós. Por outro lado, nós, não sabemos o que vai acontecer a dez minutos a nossa frente; não sabemos o que há de acontecer de ruim ou de bom. E definitivamente não sabemos o que é melhor para nós. Portanto, nada mais justo do que deixar nossas vidas nas mãos daquele que é o nosso Senhor, e que é Soberano, Onisciente, que é Amor e Misericordioso.
O Senhor Jesus diz: “E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? E pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas dádivas a vossos filhos, quanto mais o vosso Pai, que estas nos céus?” Isto quer dizer: que Deus está interessado em nós, em nosso bem estar; só que tem coisas que Ele não pode nos conceder! Imagina se Deus concedesse tudo o que todas as pessoas pedissem no mundo? Imagina que Caos seria?
A passagem no livro de Tiago 4.1-3 reflete muito bem a situação de nós seres humanos em geral: “De onde vêm as guerras e pelejas entre vós? Porventura não vêm disto, a saber, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam?Cobiçais, e nada tendes; matais, e sois invejosos, e nada podeis alcançar; combateis e guerreais, e nada tendes, porque não pedis.Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites”.
Prosseguindo, vejamos o que o dicionário diz sobre Sonhar: é ter Sonho, Desejar muito. E diz mais sobre o que é sonho: É delirar, ilusão, fantasia, utopia.
Isto é o que podemos chamar de ‘Sonho Natural’, ou seja, a visão dos homens a respeito do Sonho. Porém, existe um tipo de sonho que é maior e melhor do que o Sonho Natural é o ‘SONHO DE DEUS’. Os Sonhos de Deus são projetos ou planos traçados para um futuro próximo ou futuro distante, para seus filhos.
Vejamos: Isaías 55.7-9
Assim como os caminhos e os pensamentos de Deus são mais altos do que os nossos, assim, também, os Sonhos e projetos de Deus! E sobre os projetos e desígnios de Deus, o livro de JÓ 42.2 diz: “bem sei que tudo podes e nenhum dos teus planos pode ser frustrado”.
Interessante! Os nossos planos podem não ser alcançados, nós podemos sair frustrados; mas, os planos de Deus não serão frustrados, de forma alguma!
O Que devemos fazer então?
Primeiro, julgo eu, precisamos nos colocar diante da presença de nosso Pai celeste. Apresentar-lhe nossos anseios, vontades, planos, desígnios etc. Mas Lembre-se: “Seja feita tua vontade, assim na terra, como no céu”. Pedir que cumpra em nós os seus planos, e nos conduza neles. Nesse momento precisamos, se necessário (eu sei que é difícil!!), abrir mão de nossos sonhos, para que o Senhor coloque os seus sonhos em nossos corações.
Não tenha medo do que vai acontecer, não tenha medo de sonhar e de planejar, de acreditar no que Deus colocou no teu coração. Igualmente, precisamos deixar-nos ser conduzidos pelo seu Espírito para não cairmos nas armadilhas do nosso coração.
Precisamos, também, compreender que “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus” (Rm 8.28). Não importa o que aconteça: “nenhum de seus planos podem ser frustrados”.
Tenha fé, acredite!
Vejamos o exemplo de um homem que sonhou os sonhos de Deus. São vários os homens, porém falaremos de apenas um. Deixarei por sua conta, o estudo da vida de outros homens e mulheres que também sonharam os sonhos de Deus.
José foi um desses homens de Deus que sonharam os Sonhos de Deus! (Gn 37)
• José teve um sonho. Não tinha medo de sonhar – vs 5
• Os seus irmãos não acreditaram no seu sonho. Não tinham visão. Tinham medo de Sonhar – vs 8,11
• Tentaram matar os sonhos de José – vs 18,19
Versus 20 – Podem as pessoas intentar contra ti e contra o teu sonho, mas aconteça o que acontecer, persevere, não perca o teu sonho de vista, pois Deus reverterá em bem todo o mal feito contra ti! Apesar de tudo o que passou José, acreditou no sonho de Deus para ele, e foi em busca dele. Uma das características de José é que ele aproveitava as oportunidades. Era um homem integro, honesto, temente a Deus e seus princípios. Estude novamente a história de José e verás.
Conclusão
Ao passo que os sonhos dos homens, os sonhos naturais são egoístas, egocêntricos; os sonhos de Deus não; Eles (os sonhos de Deus) não se referem só a um, não abençoa somente um, mas a todos! Através do sonho que Ele lhe deu, Deus realizará os sonhos dele em sua vida, e através da sua vida, os sonhos de outros. Foi assim na vida de Ana. Ela precisava de um filho, mas Deus precisava de alguém que fizesse a diferença naquela geração, precisava de um profeta, de um juiz. Deus precisava, através da sabedoria de José, abençoar várias nações e famílias, inclusive a sua; através dele, ficou um exemplo para a sua geração, de: Caráter e temor a Deus. Moisés tinha seus sonhos, porém, Deus tinha planos maiores para ele; foi o libertador dos Hebreus; foi o homem que falou face a face com Deus. E muitos outros!Deus fez muito mais na vida desses homens (e através deles), do que eles poderiam imaginar; Ele fez muito mais do que eles, com suas próprias forças, poderiam fazer, por eles mesmos! Vale à pena sonhar os sonhos de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário